ÓLEOS ESSENCIAS TISSERAND

AS VERDADEIRAS JÓIAS DA NATUREZA, SEMPRE COM VOCÊ.

Compre online. Receba em casa.

Uma gotinha, horas de bem-estar

Escolha o óleo essencial de sua preferência.

DIVERSAS OPÇÕES IMPORTADAS PRA VOCÊ.

Da Europa, direto para sua necessaire.

DA NATUREZA DIRETO PARA SUA CASA.

Cada frasco contém 9ml de saúde, equilíbrio e harmonia.

Certamente, umas das formas mais práticas de cuidar de si

Autocuidado a toda hora e todo lugar.

da block

uma gotinha, horas de bem estar.

O bem estar e o autocuidado como propriedade.

óleos essenciais

as verdadeiras joias da natureza, sempre com você

Compre online. Receba em casa.

Feitos para durar

Utilizamos as melhores matérias primas, as melhores práticas de produção e finalizamos todas as peças com 3 banhos em metais nobres que protegem o brilho, impedindo que as jóias escureçam em contato com a pele e os óleos essenciais, coisa que não acontece com outros difusores pessoais para aromaterapia do mercado.

Fácil de usar

Escolha o PUG na cor desejada e a encaixe no difusor pela lateral. Troque o PUG quando for utilizar uma essência diferente ou para combinar com a sua roupa.


Observações:

O PUG foi projetado para ser reutilizado diversas vezes. Você pode usar um óleo por PUG ou combinar diferentes óleos. PUGs adicionais podem ser adquiridos em nosso site.


Qualidade Garantida

Cada difusor pessoal é uma jóia projetada visando o equilíbrio perfeito em praticidade, beleza e durabilidade. Todos as joia aromáticas possuem garantia de 3 meses, conforme o Código de Defesa do Consumidor, que pode ser estendida para 1 ano, realizando o registro em nosso site.

A pessoa por trás da Marca Tisserand

A Tisserand Aromatherapy tornou-se uma marca renomada mundialmente no mercado de óleos essenciais e bem estar. O naming da marca leva o nome de seu fundador, Robert Tisserand considerado pioneiro e grande referência nos estudos dos óleos essências sendo membro honorário e vitalício da International Federation of Aromatherapists, da International Federation of Professional Aromatherapists e da Alliance of Internacional Aromatherapists (AIA).


Robert Tisserand é um palestrante internacional, educador e consultor sobre a ciência e os benefícios dos óleos essenciais e sua aplicação segura e eficaz. Nos últimos anos, ele fez palestras no Reino Unido, EUA, Canadá, Austrália, Brasil, República Tcheca, China, Hong Kong, Taiwan, Coréia e Japão abordando tópicos que vão desde os Fundamentos Terapêuticos dos Óleos Essenciais até apresentação de estudos científicos relacionados aos óleos essenciais e suas aplicações.

Referência e grande autoridade nos estudos dos óleos essenciais, sempre trabalhou visando trazer reconhecimento público e profissional para a área da aromaterapia. Escreveu um dos primeiros livros nesta temática em 1977 (A arte da aromaterapia). Em 1974, fundou a The Aromatic Oil Company (antecessora da Tisserand Aromatherapy) e, em 1988, fundou o The Tisserand Institute em Londres, estabelecendo novos padrões para a educação profissional em aromaterapia. Nesse mesmo ano ele lançou o Jornal Internacional de Aromaterapia, que publicou e editou até o ano de 2000. Nos anos 90, Robert orquestrou três conferências internacionais do AROMA em universidades britânicas, cada uma atraindo cerca de 300 participantes.


Ele é o autor mais recente da segunda edição do Essential Oil Safety publicada pela Editora Elsevier (editora mais renomada na área científica), um livro que estabelece padrões industriais para o uso seguro de óleos essenciais, e em 2015 relançou o site da The Tisserand Institute, como um portal de educação on-line baseada na potência e potencial dos óleos essenciais para o bem-estar humano.

Atualmente reside nos Estados Unidos, onde continua a seguir sua paixão pela aromaterapia trabalhando como consultor para a indústria, faculdades e instituições de ensino e para corporações ao redor do mundo.


Robert Tisserand tem 40 anos de experiência com os óleos essenciais e com o desenvolvimento de produtos para aromaterapia, incluindo a criação de “fragrâncias funcionais” para produtos que combinam princípios de perfumaria com as propriedades terapêuticas, higiênicas e dermatológicas. Ele está familiarizado com os fundamentos da medicina oriental e com as tradições herbáceas e naturopáticas ocidentais, com ênfase na limpeza, proteção, fortalecimento da função imunológica e auxílio dos processos de cura natural.


Quando não está dando consultoria ou ministrando palestras ao redor do mundo, você pode encontra-lo entre sua coleção de mais de 500 óleos essenciais, óleos absolutos e extratos naturais na sua residência, local onde ele possui acesso a grande biblioteca com milhares de periódicos e materiais científicos, sempre se atualizando sobre as novas pesquisas da área feita por seus pares. Sempre perseguindo seu objetivo, de criar consciência baseada na ciência natural e fazendo uso transformador dos óleos essenciais.  

Tudo sobre os óleos essenciais

Falar de óleos essenciais é falar do poder da natureza. Estas substâncias, que cada vez mais se fazem presente na vida das pessoas, podem ser chamadas de “natureza engarrafada”. Isso porque os óleos essenciais puros carregam em si substâncias químicas produzidas pelas plantas que, usadas nas técnicas de aromaterapia, oferecem bem-estar e cura. Por isso, aqui, a gente explica desde o que são os óleos essenciais até a melhor forma de armazená-los para não perder o seu potencial.

O que são óleos essenciais?

Os óleos essenciais são substâncias extraídas de diversas partes das plantas. É possível extrair óleo essencial de folhas, raízes, flores, caules, galhos, cascas de frutos, troncos e sementes.

Estes óleos podem ser considerados a essência das plantas, sua energia vital, e são extremamente complexos, podendo conter centenas de componentes químicos em uma única gota. No ciclo de vida das plantas, estas substâncias desempenham diversas funções como atrair polinizadores, afastar predadores e regular funções metabólicas fundamentais para o desenvolvimento do vegetal.

Quando extraído e utilizado na aromaterapia, os óleos essenciais têm ação terapêutica porque estes mesmos componentes químicos possuem princípios ativos que podem atuar em diversos sistemas do corpo humano, como o límbico, nervoso, endócrino, respiratório e imunológico, levando mais bem-estar para quem faz uso deles.

Os óleos essenciais são um produto tão natural que, assim como acontece com alimentos e bebidas (como o vinho), a composição química deles pode variar dependendo de onde a planta foi cultivada, do clima do lugar, do nível de poluição ao qual foi exposta, da forma de colheita etc.

Uma curiosidade sobre os óleos essenciais é que apesar do termo “óleo”, eles não são necessariamente gordurosos. São, sim, substâncias voláteis, não solúveis em água, que precisam ser armazenadas em condições especiais para não perderem suas propriedades.

Óleos essenciais X óleos vegetais

Assim como os óleos essenciais, os óleos vegetais – como abacate, coco, andiroba e macadâmia - também são extraídos das plantas. Mas são substâncias com composições e funções diferentes.

Os óleos vegetais são mais gordurosos e ricos em vitaminas, ácidos graxos, sais minerais e proteínas. Eles não evaporam e têm pouco cheiro, enquanto os óleos essenciais, pela sua volatilidade, passam rapidamente do estado líquido para o vapor e exalam os aromas cheios de substâncias químicas que atuam no bem-estar das pessoas.

Quando a aromaterapia é feita pelo contato com a pele, os óleos vegetais são usados como carreadores (condutores) dos óleos essenciais que, por serem muito concentrados, não devem ser usados puros sobre a pele.

Pela sua constituição química, os óleos vegetais são muito hidratantes e, por isso, frequentemente utilizados para repor os nutrientes da pele e dos cabelos. Também podem ajudar a cicatrizar, desinflamar e diminuir a irritação cutânea.

Óleos essenciais X essências

Enquanto os óleos essenciais são a pura essência das plantas, a energia vital delas e, acreditam os estudiosos, por isso são tão poderosos, as essências são substâncias sintéticas desenvolvidas em laboratório.

As essências podem ser extremamente perfumadas, mas não possuem as propriedades terapêuticas dos óleos essenciais justamente porque não são feitas a partir das plantas. Por isso, essências não podem ser usadas em aromaterapia, já que o poder dos óleos essenciais está em sua composição química natural.

A ação dos óleos essenciais no difusor pessoal

Ao fazer uso de um colar difusor pessoal você poderá estar em contato com o aroma do óleo essencial por horas. E esse é um fator importante a ser falado, pois para sentir o efeito do óleo essencial no seu corpo e nas suas emoções você precisará inalá-lo por no mínimo 1 hora e, obviamente, quanto mais inalar o óleo essencial, melhor.

Ao inalar o óleo essencial, as células do olfato transformam a informação que chega pelo cheiro em impulsos nervosos (um processo chamado de transdução) que atuam diretamente no sistema límbico, área do cérebro responsável pelo olfato, pela memória e pelas emoções. E o cérebro fica responsável pela resposta fisiológica e psicológica que se traduz na ação terapêutica dos óleos essenciais na nossa saúde e bem-estar.

O resultado desse processo depende do óleo essencial utilizado, já que é a composição química de cada um que vai estimular o sistema límbico a liberar os neurotransmissores com ações especificas, como relaxante ou sedativa.

Normalmente, as embalagens dos óleos essenciais já indicam quais as principais funções terapêuticas daquele óleo. Mas temos aqui um guia de óleos essenciais (PARA COLOCAR O LINK DO POST DE ÒLEOS QUE TEM NO SITE) para ajudá-los a se guiar nesse incrível universo.

Extração dos óleos essenciais

Os óleos essenciais são substâncias poderosas, mas delicadas. E a forma como estes óleos são extraídos das plantas pode alterar as propriedades e a ação terapêutica dos óleos essenciais. Por isso, é sempre importante saber a procedência do óleo que você vai utilizar.

Para se obter óleos essenciais puros, não podem ser usados produtos químicos na extração, já que tais substâncias podem alterar a composição química e as propriedades dos óleos.

As duas formas mais usadas para a extração dos óleos essenciais puros são a destilação a vapor e a prensagem.

Na destilação a vapor, a planta é colocada em um recipiente, enquanto em outro é colocado água. Essa água é aquecida, o vapor chega à planta e rompe as estruturas onde ficam armazenados os óleos essenciais. Neste processo, os óleos evaporam junto com o vapor d'água e chegam a uma serpentina resfriada. Como óleo e água não se misturam, o óleo essencial fica na parte de cima do recipiente e pode ser facilmente retirado.

A prensagem é usada para extrair o óleo essencial da casca de frutas cítricas. Por meios mecânicos, a casca é prensada, o óleo se desprende e pode ser coletado.

Óleos essenciais X hidrolatos

Quando os óleos essenciais são extraídos a partir do vapor d'água, outra substância é formada no processo: o hidrolato.

Isso acontece porque, além dos óleos essenciais, outros elementos bioativos das plantas são carregados pelo vapor. Tais elementos se unem à água condensada e formam o hidrolado, uma substância que possui a fragrância parecida com a dos óleos essenciais, porém sem as mesmas propriedades.

Os hidrolatos são levemente perfumados, hidratantes, tonificantes e refrescantes. São muito usados em máscaras de beleza, escalda-pés, limpeza facial e banhos aromáticos.

A sinergia dos óleos essenciais

A ação terapêutica dos óleos essenciais pode ser potencializada por meio da sinergia, que é quando acontece a combinação de até quatro óleos diferentes.

Com a sinergia, um novo aroma é obtido e, consequentemente, uma nova ação terapêutica acontece. É importante que a sinergia seja feita por especialistas em óleos essenciais, já que a combinação de aromas precisa ser feita de forma que o resultado seja um aroma novo, porém agradável. Por mais que a combinação criada seja eficaz, se o cheiro não for agradável, o trabalho de aromaterapia não terá os resultados esperados, já que a experiência da pessoa não será uma experiência de prazer. E o fato prazer é importante nas terapias com aromas.

O interessante da sinergia é que as combinações são inúmeras e podem tratar problemas complementares em questões físicas e emocionais como, por exemplo, a gordura localizada e a compulsão alimentar.

Armazenamento dos óleos essenciais

Ter um vidro de óleo essencial em casa é como ter uma planta poderosa engarrafada. Dentro daquela embalagem estão todas as substâncias químicas extraídas das plantas e com poder de contribuir para o bem-estar.

Mas para que o resultado seja efetivo, é preciso que o óleo essencial seja armazenado corretamente. A luz, o calor, a umidade e metais podem prejudicar a qualidade dos óleos essenciais. Por isso, o ideal é que ele seja guardado em vidro na cor âmbar, que impede os efeitos da luz, em local frio e seco. Fiquem atentos!

O que é a Cromatografia do óleo essencial?

A Cromatografia do óleo essencial é um ensaio específico da área química feito por empresas ou laboratórios químicos especializados (privados ou de universidades) que examina e determina quantos ativos químicos estão presentes em uma pequena amostra do óleo essencial estudado e suas proporções. Esse tipo de ensaio discrimina os demais elementos químicos do óleo essencial o que possibilita estuda-los de forma mais aprofundada e detalhada.

Neste ensaio o pesquisador vaporiza vaporiza uma pequena amostra do óleo essencial dentro de uma câmara laboratorial. Essa amostra de óleo essencial gera um gás que é sugada para uma coluna aquecida (com a ajuda de um gás inerte transportador).

A medida que passam pela coluna o gás gerado pelo óleo essencial passa por uma fase líquida estacionária o que causa o retardamento das moléculas desta amostra, neste momento torna-se evidente quais são os compostos, as diferentes taxas e suas proporções. Tudo isso captado e registrado por um detector eletrônico que faz o registro do tempo e a quantidade relativa de cada substancia. Esta câmara está conectada a um amplificador e uma impressora que imprime um cromatograma do óleo essencial, que expressa através de um gráfico de picos contendo o tempo de saída e a quantidade de cada composto captado no ensaio.

Essa representação gráfica é comparada com padrões de referência originais desse óleo essencial específico, obtendo assim as indicações de equivalência e eficácia.